sexta-feira, 30 de dezembro de 2011



Impressionante o quanto um ano inteiro passa rápido, eu ainda lembro o primeiro dia de 2011 como se fosse ontem, eu fecho os olhos por instantes e vejo flashs dos melhores momentos desse ano tão maravilhoso. Foram tantas coisas boas; graças alcançadas, novos amigos, velhos amigos, minha família, novas experiências, festas, estudos, mudanças, amadurecimento ... Mas também tive momentos de fraqueza, tristeza mas aprendi a ser mais forte. Não é porque o ano está acabando que o nosso trabalho acabou. 2012 já está aí, e promete mais alegrias, amor, calor humano, paz, saúde e muita esperança e fé no coração.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Falam de tudo. Da moral, do comportamento, dos sentimentos, das reações, dos medos, das imperfeições, dos erros, das criancices, ranzinzisses, chatices, mesmices, grandezas, feitos, espantos. Sobretudo falam do comportamento e falam porque supõem saber. Mas não sabem, porque jamais foram capazes de sentir como o outro sente. Se sentissem não falariam."

sábado, 24 de dezembro de 2011



O melhor de tudo, Natal quer dizer um espírito de amor, um tempo quando o amor de Deus e o amor dos seres humanos deveriam prevalecer acima de todo o ódio e amargura, um tempo em que nossos pensamentos, ações, e o espírito de nossas vidas manifestam a presença de Deus.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

"Hoje eu vou dar o braço a torcer. Sem ais nem uis. Mas com um sorriso gigante estampado na cara. É assim. Às vezes a vida nos prega peças inesperadas. E o que é melhor: nos mostra um jeito novo de caminhar. (Ou um caminho diferente a seguir)."

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011



Eu sei que com um ano, muita coisa mudou, eu mudei demais! Estou menos boba, mais prática e ansiosa pela vida. Não estou nem um pouco acomodada, eu quero mais, quero tudo que a vida possa me oferecer! Sou muitas vezes frustrada, decepcionada por coisas que não dependem de mim, sou julgada, mas não sou hipócrita para dizer que também não julguei, me esforcei muito e agora colho frutos, sai, me diverti, conversei e curti com as melhores pessoas, conheci muitas outras e não quero parar por ai.Viver requer coragem, convivência requer respeito e o espírito solicita experiências, não faço nada além de atendê-lo.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

'Vida: como você é lindaE embora me assuste um pouco quando me olha assim, com esse desejo tanto, confesso: prefiro sua doce loucura a toda e qualquer apatia".

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Ultimamente eu venho sendo uma ótima companhia para mim mesma, leio, escrevo e revivo as minhas melhores experiências. Espero continuar nesse caminho, me amando cada vez mais, pois o primeiro amor é o próprio e anda em falta por aí.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011



Não carrego malas pesadas de mágoas, aprendi a reduzir a bagagem do coração. Sei que a perfeição anda a passos largos de mim, isso não me aborrece, deve ser chato acertar sempre. Tenho sonhos e projetos para o futuro, mas, por enquanto, meu caminho é a estrada do agora.

domingo, 11 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ainda bem que o mundo gira, que o tempo passa e que as feridas cicatrizam. Isso é a vida mostrando que independente, de tudo, vou repetir, tudo, você continua, está ai, viva, vibrante. Você pode não ser a mesma menininha que começou a jornada, mas isso não te faz ruim, te faz experiente, madura, menos ingenua, mas por favor garota, não se feche, não seja indiferente de forma alguma com todos ao seu redor, pois se alguém já te machucou, há de vir o próximo pra te curar. Somos um ciclo, o melhor deles. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011



Viver na defensiva cansa sabia? Uma hora a armadura pesa e os muros enfraquecem. E aquela menina, que por medo de se machucar, foge tanto do amor, quando chega a noite fria só queria alguém pra segurar a mão e entrelaçar as pernas, algo para se aquecer além de um cobertor sem movimento, ela quer carinho e acha que merece isso, mas por que ela não consegue encontrar isso? Por que ela não se permite isso? Por que?


A coisa mais preciosa que uma mulher pode e deve ter é o amor próprio, e mesmo que você não se encaixe nos padrões, não se abale com isso, crie os seus. Por favor menina, nunca deixe alguém te fazer acreditar que você não é linda, que você não é boa o suficiente, uma pessoa que faça você se sentir assim, é que não é boa, não é boa pra conviver com você! Essa é a hora da faxina, tire tudo de ruim, de infectante da sua vida, e só guarde quem e o que te merece. Você é mais!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Me dei conta de que essa é a pior e a melhor fase da minha vida. Eu nunca andei tão triste e nem tão feliz. Foi difícil enterrar tantos mortos e tantas rotinas, mas está sendo muito fácil viver dentro de mim.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

E com o fim de novembro, acabou um ciclo muito importante do ano e na minha vida. Fiz o que pude, poderia ter feito ainda melhor, mas sem arrependimentos, agora tudo o que eu posso fazer é ter fé, e esperar pelo melhor, e claro aproveitar muito essas minhas abençoadas férias que chegaram! Façam o mesmo!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

A cada manhã, exijo ao menos a expectativa de uma surpresa, quer ela aconteça ou não. Expectativa, por si só, já é um entusiasmo. Quero que o fato de ter uma vida prática e sensata não me roube o direito ao desatino.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A gente vai aprendendo a viver assim, na marra, no grito, no sufoco, no impulso. Eu quis mudar o mundo, quis ser brilhante, quis ser reconhecida.Hoje eu quero bem pouco e prefiro me concentrar no agora do que planejar um futuro incertoEu me libertei da culpa e dei de cara com algo novo: não me encaixo, e aceito. Não é justo perder as asas no momento em que se descobre tê-las. É preciso poder voar, é preciso ter uma visão estratégica das janelas. Ver o sol e não poder tê-lo é absurdo." 
Estão chegando, os tão esperados dias do vestibular. Que eu e todos os que passaram por esse ano de muito estudo, renuncias e de dificuldades, consigam manter a serenidade, ter discernimento, usar todo o conhecimento obtido durante esses anos e ter fé! Pedir a Deus ou qualquer santo que seja devoto, que interceda e te ajude no que você não for capaz de resolver. Tenham paciência e seus esforços serão recompensados, quanto mais tempo algo demora pra ser seu, mais valor você dará, e comigo vai ser/é assim!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Alguém uma vez me disse: "preste atenção, os melhores amigos que você pode fazer são os do seu tempo de escola, com eles você cresceu, aprendeu, se desenvolveu.." E agora eu consigo ver, tudo isso é verdade! Mas há muito mais, na escola você não só encontrou amigos, você construiu o seu caráter, você sonhou, escolheu a sua profissão e fez histórias, lembranças. Isso vale, marca e deixa uma mistura de saudade e alegria.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Eu quero tanto, cobro muito da vida e nem sempre isso me faz bem. Mas o pior é cobrar mais das pessoas do que elas podem oferecer, quem muito repara nos defeitos, não percebem as qualidades.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Quando penso que escapei de minha timidez, há um gesto inesperado que me faz corar e regressar, rendido, para a ausência de lugar. O corpo não é um esconderijo seguro.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Uma pessoa só se torna grande se ela se faz pequena para se tornar grande dentro de quem ama. Jamais peça para alguém amá-lo. Jamais peça para alguém admirá-lo. Amor, admiração, bem como respeito, são construídos sem pressão, no solo insubstituível da liberdade. São frutos de imagens construídas nas janelas mais íntimas do inconsciente.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

change is everything

"Mudança. Não gostamos, temos medo dela. Mas não podemos impedí-las. Ou nos adaptamos à mudança, ou ficamos para trás. É doloroso o processo de crescer. Quem diz que não é, está mentindo. Mas a verdade é que algumas vezes quanto mais as coisas mudam, mais elas continuam iguais. E algumas vezes, a mudança é boa. Algumas vezes, a mudança é tudo."

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

"Ma belle, viver bem não é para amadores.Puxe para si a responsabilidade de encerrar de vez essa inimizade estéril,esse desgaste emocional tão nocivo à pele e ao humor.Você não é uma menina,é uma muher.E uma mulher deve saber discernir o que é,de fato,uma derrota e uma vitória.Derrota é quando a gente ganha dos outros,mas desiste de si mesma..."

domingo, 13 de novembro de 2011

Eu agora sei bem que os melhores brinquedos são os irmãos. Brinquedos vivos, que dão e recebem, que nos fazem crescer e crescem também pelas nossas mãos. Que se transformam depois em grandes amigos para toda a vida, em companhia sempre presente de uma maneira ou de outra, em refúgio e estímulo. Em algo que fica quando se perde tudo aquilo a que nos conduziu a nossa loucura, quando se perde o que o tempo nos vai levando.


Em homenagem ao aniversário da minha irmã, que agora com 14 aninhos ainda consegue me tirar o juizo, mas que só precisa alguém ameaçar que eu viro leão pra salvá-la. Eu te amo.

E agora corre atrás

Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontras um pouco de chão E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir a minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo.
Hoje de manhã eu acordei e fiquei olhando para tudo catatônica, um misto de susto com deslumbramento. Me dei conta de que essa é a pior e a melhor fase da minha vida. Eu nunca andei tão triste e nem tão feliz. Foi difícil enterrar tantos mortos e tantas rotinas, mas está sendo muito fácil viver dentro de mim.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nessa correria do cotidiano, tudo o que a gente precisa é dar um stop, fazer o que a gente gosta, ficar com quem a gente gosta. Precisamos de tempo pra refletir, pra perceber que há tantas coisas importantes na vida, que um tempo com Deus cura, guia e lhe redime de todos os males. O que precisamos mesmo é de.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

O melhor dos amigos de verdade, é a liberdade de se falar o que quer, conversar besteira, reclamar da vida, dos amores ou da falta deles, falar mal de piriguetes ou daquele cafajeste que quebra corações. Com os amigos você pode ir pra festas e só com a presença deles é que elas se tornam inesquecíveis. Grandes amizades só são organizadas na bagunça, são tantas histórias, tantas palhaçadas que só se consegue compartilhar com eles. Mas na verdade, o que mais importa é saber que mesmo distantes, eles estão perto, que não importa o que aconteça, se você precisar de qualquer coisa eles abram mão dos próprios problemas pra te ajudar a resolver os seus. Amizade é tudo, e supera os clichês, pois "Amigo é coisa pra se guardar, no lado esquerdo do peito".

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

"Podem dizer que eu sou louca, que eu não tenho juízo, que eu saio e faço besteira. Podem falar o que quiser, porque eu já passei da fase de ligar, eu agora só faço o que me convém, não ligo pra opinião alheia. E isso tudo porque eu prefiro aproveitar agora, do que ser umas dessas quarentonas achando que tá na flor da idade e indo pra boate atrás de pegar menininho, esse tipo de comentário eu ligo, e não estou nem um pouco interessada".

domingo, 6 de novembro de 2011

Antes de pensar no outro a gente precisa pensar na gente (alguém me lembra disso daqui a 10 minutos?). E sempre fui de colocar o outro na frente. Se você está com problema, sentou aqui e contou, pode ter certeza que vou ficar pensando numa forma de ajudar. Vou movimentar quem eu conheço pra ajudar. Já dei roupa, dinheiro, comida, tempo, ouvidos, colo, abraços. Já dei minha paz.
(...) Não mereço um prêmio por nada, nadinha disso, fiz e faço muitas outras coisinhas, coisas e coisonas porque gosto, porque me sinto bem fazendo, porque acho que certas coisas a gente precisa e deve fazer. É o meu jeito, é a minha maneira de viver. Só não quero me frustrar tanto com os outros. Sempre penso que se eu faço o outro também pode fazer e isso é errado, tá errado, muito errado (me lembra disso hoje e amanhã e depois?), afinal, cada um é de um jeito, cada um tem seus valores, cada um tem sua personalidade, cada um tem sua prioridade, cada um tem um estilo de ser e ver. Mas uma coisa é certa: preciso parar de olhar tanto para você e olhar mais para mim.

sábado, 5 de novembro de 2011

Sou boa sou má, sou verdadeira, sou desonesta, sou lúcida, sou louca, cresço ou permaneço, amo ou abandono, ajudo ou torturo - e assim, com o leque das possibilidades, me foi dado o tormento das opções.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Eu sei que as pessoas são todas esburacadas, mas o que move o mundo é a busca pelo revertério. Elas vão se preenchendo de música, de festa, de comida, de academia, de gente, porque têm fé no que chamam de amor. Nem que seja o amor próprio. Algo que faça brilhar os olhos, que esconda a realidade fria por alguns segundos ou mais. E o que atrai os outros, inconscientemente, é exatamente isso: essas pessoas parecem tão repletas que despertam fascinação e vontade de estar perto. Mesmo que não sejam repletas de verdade, mesmo que também procurem isso no mundo.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Nem só de beleza se faz a mulher

Na mulher interessante, a beleza é secundária, irrelevante e, mesmo, indesejável. A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual. Era preciso que alguém fosse, de mulher em mulher, anunciando: - Ser bonita não interessa. Seja interessante!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Desapaixonar-se dos medos. Dos nãos que secam a alegria de viver. Alimentar-se de memórias deliciosas e conversas entre você e suas saudades. Dessas que ninguém pode tirá-las de ti. Apaixonar-se por um sorriso. Por alguém. Por uma ideia louca que você pode ser na vida de alguém. Apaixonar-se por você. Descobrimos com o tempo que as palavras mais comuns são as mais deliciosas de serem ouvidas. Às vezes dificílimas de serem ditas. Descobrimos com o tempo que afinal pouco é muito.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sweet November



Que novembro traga doçura, confiança, amor, amizades e sonhos realizados. Que traga alegrias, histórias, festas e que fortaleça os nossos laços. E que a primavera mantenha a sua força, e guarde o melhor de outubro.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Dia D - Desejos

Desejo a vocês...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você

Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança (...)

domingo, 30 de outubro de 2011

Não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho! Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Não quero ser exemplo, não quero ser o que ninguém quer ser, não quero ter obrigação de ser o que não sou ou de achar que tenho que ser alguma coisa. Quero ser nada, pra poder ser tudo o que me der vontade.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Um pouco de carinho



Falta consolamento, eu ouvi isso hoje e achei muito verdade. Vivemos todos os dias na correria, acordar-trabalhar-estudar e esperar tudo começar de novo. Mas ninguém para só pra dizer o quanto o outro é importante, ou dar um abraço, do nada, sem segundas intenções, só pelo prazer de ter alguém perto, oferecer o colo, o ombro, um cafuné. É falta consolamento, e faz falta mesmo.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Alice in Wonderland


"A senhora me desculpe, mas no momento não tenho muita certeza. Quer dizer, eu sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas já mudei uma porção de vezes desde que isso aconteceu. Receio que não possa me explicar, Dona Lagarta, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas, mas não posso explicar a mim mesma"

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Só se sabe sofrer



Podem até me dar mais tempo pra criar maturidade, mas acredito que mesmo assim não irei conseguir entender certas coisas. Uma delas é porque a gente só gosta de sofrer. Por que será que uma menina não pode simplesmente gostar do cara fofo que é tão apaixonado por ela? Ou por que o menino não consegue valorizar uma garota que faria simplesmente tudo por ele? Todo mundo só gosta do desafio, do que te esnoba, do que é inalcançável, e só percebe o quanto algo era bom, depois que o perde. Vai ver que a única explicação é esta, a gente gosta do que é ruim, e não tem mais o que entender, pronto.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Beber é algo emocional. Faz com que você saia da rotina do dia-a-dia, impede que tudo seja igual. Arranca você pra fora do seu corpo e de sua mente e joga contra a parede. Eu tenho a impressão de que beber é uma forma de suicídio onde você é permitido voltar à vida e começar tudo de novo no dia seguinte. É como se matar e renascer. Acho que eu já vivi cerca de dez ou quinze mil vidas.

domingo, 23 de outubro de 2011

Eu preciso aprender a ser menos. Menos dramática. Menos intensa. Menos exagerada. Estranho. Mas eu preciso. Nesse minuto, nesse segundo, por favor, me cale o pensamento, me dê uma droga forte para tranquilizar a alma. Porque eu preciso. Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume, andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega, não tropeçar em mim mesma. Eu preciso respirar. Me aperte o pause, me deixe em stand by. Eu preciso desatar o nó. Eu preciso sentir menos, sonhar menos, amar menos, sofrer menos ainda. Aonde está a placa de PARE bem no meio da minha frase? Confesso: eu não consigo. E eu vou... Não digo: "estou indo", não digo: "daqui a pouco", nada tem hora a não ser agora. Existe aí algum remedinho para não-sentir? Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento? Quer saber? Existe. Existe e eu preciso. Preciso e não quero.

sábado, 22 de outubro de 2011

Mais de 5 milhões de estudantes fazem o ENEM hoje, eu estou incluída entre esses! Só desejo uma boa sorte e paciência, não esqueçam o que está em jogo, a sua formação acadêmica, e não desistam jamais! 

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Um novo show



Quando fizeres algo nobre e belo e ninguém notar, não fique triste. Pois o sol toda manhã faz um lindo espetáculo e no entanto, a maioria da platéia ainda dorme.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011



Escolher o dia. Apreciá-lo ao máximo. O dia como ele vem. As pessoas como elas vêm. O passado, eu acho, me ajudou a apreciar o presente, e eu não quero estragar nada disso por idealizar um futuro.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Cazuza - Que o Deus venha



Embora amor dentro de mim eu tenha
Só que eu não sei usar amor
Às vezes arranha
Feito farpa
Se tanto amor dentro de mim
Eu tenho, mas no entanto
Continuo inquieto.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

O antiquado

Parei pra pensar hoje; será que ainda temos lugar para educação e bons modos? Será que quando estou andando na rua e desejo uma boa noite para um desconhecido qualquer, estou sendo antiquada? E sou eu a errada, quando sou gentil com alguém? Eu não sei se aguento as coisas assim, as pessoas andam tão neuróticas e brutas com os outros, que qualquer boa ação é passada por segundas intenções. É isso mesmo Brasil?

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Amor próprio

Nada tenho a ver com não gostar de mim. Me aceito imperfeita, me gosto com pecados, falhas, defeitos e há muito tempo me anistiei.

domingo, 16 de outubro de 2011

Suavidade



Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves na alma.

sábado, 15 de outubro de 2011



Essa noite vai ser boa, vai sim
vai ser boa, pelo menos pra mim
nem que seja só porque eu tô afim
essa noite vai ser boa e foi pra isso que eu vim
foi, o que passou, pode esquecer
é, rolou não sei que lá, não sei o que
mas agora tudo pode acontecer.



Aproveitem o final de semana! =)

sexta-feira, 14 de outubro de 2011



As vezes sou como borboleta, imprevisível, vivo de acordo com meu próprio código, em minha trajetória singular. Posso não voar rápido, mas sei apreciar a vista.


Não é que acordei me achando hoje? Agora neguinho me trata mal e eu não deixo. Agora neguinho quer me judiar e eu mando pastar. Dei de achar que mereço ser amada. Veja se pode, até assoviando eu tou agora.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011



Acho que as vezes a gente tem medo de ser feliz, acho não, tenho certeza. Me pego analisando as possibilidades do futuro, e em tudo que me promete ser bom, procuro e acho defeitos e por fim, me bloqueio. Eu juro que percebo o meu erro, mas quem disse que consigo mudar? Continuo nessa onda, esperando se ela me levará pra beira mar ou só navegando, sem saber onde terá terra firme.

Um poema que li hoje e me tocou:

Vamos, não chores.
A infância está perdida.
A mocidade está perdida.
Mas a vida não se perdeu.

O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua.

Perdeste o melhor amigo.
Não tentaste qualquer viagem.
Não possuis carro, navio, terra.
Mas tens um cão.

Algumas palavras duras,
em voz mansa, te golpearam.
Nunca, nunca cicatrizam.
Mas, e o humour?

A injustiça não se resolve.
À sombra do mundo errado
murmuraste um protesto tímido.
Mas virão outros.

Tudo somado, devias
precipitar-te, de vez, nas águas.
Estás nu na areia, no vento...
Dorme, meu filho.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011



A minha luta é o meu dia-a-dia, a minha força é o meu sonho, e o meu medo é o fracasso. Mas como todos que vivem, ser suscetível é uma possibilidade, mas que Deus me dê forças para não ser uma consequência.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Com receio de sofrer, homens realizam vasectomia no coração.
Com receio de sofrer, mulheres fazem ligadura no coração.
Ambos tornam-se indiferentes e descrentes. Ambos sacrificam a fertilidade, o inesperado, o porvir. São enterrados de pé. Viver não é racionar o que se conhece. O que se conhece é insuficiente. Os riscos fazem parte da euforia. Como a dor, a alegria também pode ser insuportável. Por receio da alegria, sofremos.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

domingo, 9 de outubro de 2011

Cai em meu patético período de desligamento. Muitas vezes, diante de pessoas boas ou más igualmente, meus sentidos simplesmente se desligam, se cansam, eu desisto. Sou educado. Balanço a cabeça. Finjo entender, porque não quero magoar ninguém. Este é o único ponto fraco que tem me levado à maioria das encrencas. Tentando ser bom com os outros, muitas vezes tenho a alma reduzida.

Um exemplo

Ah, não; amigo, para mim, é diferente. Não é um ajuste de um dar serviço ao outro, e receber, e saírem por este mundo, barganhando ajudas, ainda que sendo com o fazer a injustiça dos demais.

Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado. O de que um tira prazer de estar próximo. Só isto, quase; e os todos sacrifícios. Ou – amigo – é que a gente seja, mas sem precisar de saber o por quê é que é.

Cuidando de mim



Estou aprendendo a estar mais para mim do que qualquer um. Veja bem, eu só me quero assim, dona de mim. Cansei de ser vítima, agora ando na defesa, chega de me torturar para ver até onde aguento, provar as minhas forças. Estou cuidando de mim e é melhor que seja assim.